Empoderamento feminino é foco de intervenção artística na Paulista
27/09/2021 14:18 em Cultura

Artistas se unem para projetar obras sobre saúde e liberdade feminina em projeto que conta com a participação das artistas Mari Mats, Mari Pavanelli e Bruna Serifa, representantes da arte urbana no Brasil cujas artes que serão apresentadas na empena do edifício Anchieta, na Avenida Paulista até 4 de outubro, das 18h às 23h59.

Reforçando a jornada de empoderamento das mulheres e em celebração do Dia Mundial da Contracepção, no domingo (26 de setembro), quando as artistas plásticas Mari Mats, Mari Pavanelli e Bruna Serifa começaram a projetar as peças de arte digital na empena do edifício Anchieta, na Avenida Paulista, região central de São Paulo. As obras foram feitas especialmente para a campanha Liberdade Vem de Dentro. 

A proposta da ação, criada pela CRANE, é impactar as pessoas que transitam próximo ao local durante a Semana da Contracepção, período destinado ao debate sobre a saúde da mulher e à disseminação de informações sobre o tema. Por isso, a ação é inspirada em três pilares que guiam a trajetória de liberdades e direitos das brasileiras. São eles: educação, cidadania e contracepção. As obras refletem esses pilares, bem como os marcos da revolução feminista - entre eles, o surgimento da pílula anticoncepcional, em 1960, que deu mais liberdade sexual às mulheres e domínio sobre seus corpos, algo que foi potencializado com a chegada do DIU hormonal, trinta anos depois.

De acordo com a artista Mari Mats, o empoderamento feminino ganha cada vez mais força e notoriedade no Brasil e no mundo. "Hoje as mulheres têm acesso à informação e ocupam espaços importantes. Eu fico imensamente satisfeita em participar de um projeto que coloca nossa liberdade no centro do debate", disse Mats, que desenvolve seu trabalho por meio da arte urbana.

Mari Pavanelli também compartilha a felicidade em representar as mulheres em uma ação cheia de simbolismos. "A gente fala muito sobre o protagonismo da mulher nas esferas sociais. Então, é muito emblemático reunir o trabalho de três artistas e projetá-los em grande escala em um edifício histórico da avenida Paulista", comentou a artista.

"O propósito do projeto é enaltecer as mulheres e celebrar as conquistas dos últimos anos, mas sobretudo ocupar o nosso espaço, nos fortalecer juntas e seguir lutando diariamente pelos nossos direitos. A mudança é urgente e a caminhada ainda é longa", finalizou Serifa, que destacou a essência da ação.

Desenvolvida pela CRANE pelo segundo ano consecutivo, a campanha Liberdade Vem de Dentro é promovida pela divisão farmacêutica da Bayer e tem como objetivo debater a saúde feminina, além de empoderar mulheres sobre liberdade, domínio de seus corpos e questões de contracepção.

 

Projeção mapeada na Paulista - A projeção apresentará uma menina em constante movimento. Cada passo à frente faz referência a uma etapa da evolução da mulher e as descobertas que ela encontra em sua jornada. O lettering de Bruna Serifa ficará em primeiro plano, intercalando com a personagem de Mats e os elementos de Pavanelli. Por sua vez, as artes vão dialogar com os três pilares da campanha: educação, cidadania e contracepção.

A projeção terá 2 minutos de duração, sendo 20 segundos destinados para cada tema. Ao final da apresentação, o vídeo mostrará a assinatura da campanha #LiberdadeVemDeDentro, na qual será possível acessar via QR Code o site da https://www.liberdadevemdedentro.com.br com mais informações sobre contracepção reversível de longa duração.

 

Sobre campanha Liberdade Vem de Dentro - Em sua segunda edição, a Liberdade Vem de Dentro conta com a participação de Manu Gavassi. A artista e a área de Saúde Feminina da Bayer se juntaram num processo de cocriação para desenvolver um conteúdo que contribua para que as mulheres olhem mais para si e se sintam livres para fazerem suas próprias escolhas. A campanha também tem a contribuição das influenciadoras Camila Coutinho, Thelminha, Mariana Goldfarb, Alice Wegman, Beatrice, Lara D’avila, Mari Lobo e Jessica Lopes.

A iniciativa é totalmente digital e seguirá até o final do mês de setembro, com ativação em mídias sociais - incluindo Tinder, Pinterest e TikTok -, parceria com veículos de mídia e as influenciadoras digitais mencionadas. Assim como no ano passado, o site do projeto apresenta uma linha do tempo sobre a história, conquistas e evolução das mulheres desde 1930 - quando as camisinhas começaram a ser produzidas e uma nova lei garantiu o direito ao voto para as mulheres em todo o Brasil -, até os dias de hoje, em que métodos contraceptivos permeados pela inovação, como os DIUs, já estão disponíveis, e a busca pela igualdade continua.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE