A cantora Marivalda Kariri vira "fadista" em show de comemoração dos seus 80 anos dia 17
13/10/2021 16:26 em Música

A cantora Marivalda Kariri vira "fadista" em show de aproximação com Portugal que marca a comemoração dos seus 80 anos. Compositora de sucessos como "Toco Cru Pegando Fogo" e "Mulher de Garimpeiro", a foemrrozeira de raíz fará show com repertório português focado mais choros e canções, no Cineteatro São Luiz, no próximo dia 17.

A cantora, compositora e cineasta cearense, Marivalda Kariri, realizará um show ao vivo  no Cineteatro São Luiz para comemorar seus 80 anos de vida e 65 de carreira. No concerto também será lançado oficialmente o DVD intitulado "Fados, Choros e Canções", que a compositora gravou recentemente. Será no dia 17 de outubro, às 18h, no Cineteatro São Luiz. Trata-se de uma proposta de intercâmbio cultural com Portugal articulado com a cantora, que visou unir as culturas do Nordeste com a pátria-mãe, Portugal, e tem projetada uma turnê especial pelo país europeu. 

Artista nascida em Milhã, Sertão Central do Ceará, Marivalda Kariri, abordará dessa vez um refinado repertório de fados, mornas e música lusitana, atuando com o seu marido, o cantor instrumentista gaúcho Zeca Costa, e participação de convidados especiais. Dentre eles, o cordelista e ator Aldanísio Paiva, do "Cordel Vivo" (projeto de humor através do cordel), Na ocasião, Marivalda estará acompanhada também pelo violonista e bandolinista Tarcísio Sardinha, o sanfoneiro Freitas, o jovem percussionista Igor, e Eugênio na flauta e violão. 

Marivalda registrou o CD/DVD "Fados, Choros e Canções" ao longo deste 2021, lidando com o isolamento e a prevenção necessária devido à segunda onda da pandemia. O álbum registra músicas do reportório português, como "Nem às paredes confesso", e tradicional brasileiro, como "Anahí" e "Sorriso Chorado" de autoria da própria Marivalda. Inclusive, durante o show também será apresentado um vídeo-clipe comemorativo, com o fado tradicional "Foi Deus", popularizado por Amália Rodrigues, e filmagens geradas completamente no Ceará. Assista aqui o clipe. 

Ao longo de 65 anos de carreira, a artista registrou mais de 25 discos e suas músicas estão disponíveis em todas as plataformas digitais. Sobre gravar e executar música popular portuguesa nesse momento da sua carreira, a artista expressa que "a minha avó, nascida no Século 19, já cantava fados e mornas, e eu sempre fui apaixonada por esse repertório, e gravei alguns fados ao longo da minha carreira. Dessa vez, quero abordar essas músicas, assim como choros e outras composições, para dar mais sofisticação e sentimento à comemoração dos meus 80 anos. 

O contará com apresentação do jornalista César A. Martín e direção geral do artista Ronaldo Agostinho. Ficam todos convidados para assistirem e participarem conosco", exclama a compositora e cineasta.

 

Serviço:

Marivalda Kariri - 80 Anos com o DVD "Fados, Choros e Canções".

Show especial no Cineteatro São Luiz, Fortaleza, Ceará. 

Data: 17/10/2021.    Horário: 18H.

Classificação indicativa: Livre

Ingressos: R$ 30,00 inteira e R$ 15,00 meia

Vendas: Bilheteria do Cineteatro São Luiz e Sympla: Adquira aqui 

Apoio: Cineteatro São Luiz, Secretaria de Cultura do Estado do Ceará - SECULT, Governo do Estado do Ceará, e do Instituto Dragão do Mar.

 

A ARTISTA - Maria Valníria Pinheiro, melhor conhecida como "Marivalda Kariri", nasceu no sertão de Milhã e, após perder a sua mãe, cresceu num colégio católico de Recife (PE). Lá ela tomou  gosto pelas canções de igrejas e pelo forró de raíz, virando fã de Jackson do Pandeiro e chegando a conhecê-lo pessoalmente. Foi o cantor quem reforçou com as autoridades da escola que Marivalda devia virar cantora profissional. 

Nos anos 70s, Marivalda gravou em São Paulo repertório de choros e forró tradicional, conhecendo lá o seu parceiro musical e esposo, o músico gaúcho Zeca Costa. Com ele formou a dupla romântica "Duo Diamante", que registrou uma placa de sucesso na época. 

Na década de 80 e após uma turnê de sucesso nada menos que com Luiz Gonzaga, que virou o seu amigo e conselheiro, Marivalda instalou-se na Amazônia e desenvolveu suas composições próprias, nas quais mistura humor com música de raíz e o som do pop internacional. Após recuperar-se de diversos problemas de saúde, Marivalda apresentou o show "50 anos de veredas e caminhos", gravado em DVD ao vivo no teatro Dragão do Mar de Fortaleza (CE). 

Marivalda foi amiga pessoal de Luiz Gonzaga, e compartilhou uma série de turnês nos anos 80, principalmente na região Norte e Amazônia. Iniciou sua carreira após conhecer pessoalmente Jackson do Pandeiro, e tem composições em parceria com artistas como Pinto do Acordeon, Tarcísio Sardinha, Pedo do Ceará e Adelson Viana.

Também sanfoneira, compositora e cineasta, Maria Valníria Pinheiro ("Marivalda Kariri"), tem mais de 70 anos de carreira musical, e ainda, produziu um filme documentário sobre sua própria vida, estará acompanhada pelo cantor e esposo, Zeca Costa, companheiro dela há mais de 45 anos. 

O show conta com apoio do Cineteatro São Luiz, da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará - SECULT, do Governo do Estado do Ceará, e do Instituto Dragão do Mar. A produção geral é da realizadora paulista Antônia Magnani, e o espetáculo será apresentado pelo jornalista internacional César Antonio Martín. 

 

VIDA DE FILME - Em 2016, a artista apresentou o longa-metragem "A Rainha e Seus Reis de Barro" com uma estreia de luxo no Cineteatro São Luiz para mais de mil pessoas. No filme, ela narra a sua vida e a dos outros ícones da cultura cearense: Messias Holanda (cantor), Zé de Manu (sanfoneiro) e Pedro Bandeira (poeta e repentista). A cantora é a única do grupo ainda viva.  Atualmente, Marivalda prepara um show especial para ser apresentado na Europa.

Siga a Marivalda Kariri nas mídias sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/marivaldakariricantora

YouTube: YouTube.com/marivaldakariricantora 

Instagram: @marivaldapurosertao

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE